Mantendo o fogo aceso

Olá maridos e varões do Senhor!

Esse é um tema que tenho ruminado há alguns anos. Tenho entendido mais a cada dia que, o desânimo falado por muitos é consequência de uma realidade simples: primeiro o fogo se apagou do altar do coração. O tempo passa e parece que Deus já não é mais o mesmo. O que sentíamos ao primeiro encontro com Cristo parece que não existe mais. A fome pela palavra de Deus e o desejo de orar diminuem. O congregar que antes era tão aguardado hoje é tido como enfado. Com o passar do tempo, muitos irmãos tem deixado a sua vida espiritual esfriar. Aonde havia chamas, hoje há apenas um isqueiro aceso ou apenas cinzas.

Quero compartilhar com vocês uma Palavra:

“Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: Dá ordem a Arão e a seus filhos, dizendo: Esta é a lei do holocausto; o holocausto será queimado sobre o altar toda a noite até pela manhã, e o fogo do altar arderá nele. E o sacerdote vestirá a sua veste de linho, e vestirá as calças de linho, sobre a sua carne, e levantará a cinza, quando o fogo houver consumido o holocausto sobre o altar, e a porá junto ao altar. Depois despirá as suas vestes, e vestirá outras vestes; e levará a cinza fora do arraial para um lugar limpo. O fogo que está sobre o altar arderá nele, não se apagará; mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã, e sobre ele porá em ordem o holocausto e sobre ele queimará a gordura das ofertas pacíficas. O fogo arderá continuamente sobre o altar; não se apagará.” Levítico 6.8-13

No v. 13 de Levítico, vemos que “o fogo arderá continuamente sobre o altar, não se apagará” ou seja, é a vontade, e ordem do Senhor que o fogo venha arder continuamente sobre a nossa vida. Mantenha o fogo aceso!

Lendo o texto, percebemos que o primeiro ponto a considerar para um sacerdote adentrar na presença de Deus é a vestidura: “VISTA-SE (v. 10). Para nos vestirmos de linho precisamos antes tirar a velha roupa: “Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos,” Colossenses 3.8-9. “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade;” Colossenses 3.12.

A palavra do Senhor fala que devemos utilizar vestiduras de linho. O linho tem uma propriedade de não permitir o suor. Quando o homem pecou Deus deu uma maldição a ele (Gn 3.19). Do suor do seu rosto ganharia o pão. Ao contrário dessa sentença, o trabalho a Deus deve ser feito sem o suor. Deus não aceita o esforço humano, apenas o sacrifício do Calvário de Cristo. Deus só aceita o que a Igreja faz EM CRISTO para Ele. Projetos humanos e esforço humano não pode alegrar ao SenhorSe o Espírito Santo fosse tirado da terra hoje, muitas igrejas continuariam o seu trabalho. Isso é um grande alerta para nós! Só podemos fazer a obra de Deus com o Senhor da obra!

O segundo ponto a ser considerado é: “DEIXE O FOGO CONSUMIR TODO O HOLOCAUSTO” (v. 10). Interessante. Devemos deixar que o fogo consuma todo o holocausto. Muitas vezes colocamos partes do holocausto, e quando o Senhor o está consumindo tiramos o holocausto do fogo. Não faça isso! Deixe o fogo de Deus consumir todo o seu pecado. Deixe o fogo de Deus consumir toda a sua vida. Charles Spurgeon ao ser arguido sobre o sucesso do seu ministério respondeu afirmando que o segredo era colocar fogo em si e permitir que os outros vejam ele ser consumido.

O terceiro ponto é “LEVAR AS CINZAS PARA FORA” (v. 11). Muitas pessoas estão querendo ficar com o fogo para si. Devemos levar o fogo para aqueles que estão na escuridão. O fogo traz luz. Apenas as cinzas dos nossos holocaustos na presença de Deus são capazes de trazer todo arraial até a presença de Cristo. Compartilhe Cristo! Quando mais falamos desse amor, mais Deus nos enche!

O quarto ponto é “ACENDER A LENHA” (v. 12). O fogo é aceso por Deus, mas a manutenção do fogo é dever do sacerdote. Devemos alimentar o fogo a cada manhã como diz a palavra de Deus. Temos que por lenha na fogueira. Se alimentarmos o fogo ele não morrerá. Ore todos os dias! Busque a Deus! Leia a palavra! Jejue! Pratique a palavra! Pregue o Evangelho! Ajude os necessitados! Mesmo que pareca ser repetitivo, é necessário para que o fogo arda no altar. Faça a sua parte!

O quinto ponto é “QUEIMAR A GORDURA” (v. 12). A gordura é o excesso. O excesso de gordura pode nos causar diversos males. Na vida espiritual não é diferente. Devemos queimar a nossa gordura. Deus tem nos dado muito, mas infelizmente pensamos em acumular cada vez mais. O princípio da bênção está no abençoar. A palavra do Senhor fala sobre queimar gordura de oferta pacífica. A oferta pacífica era uma oferta em que o adorador dava por gratidão a Deus no altar, sacrificando um animal sem defeito. Parte dessa oferta era queimada (consumida por e para Deus). Outra parte dessa oferta (retorno espiritual dela) era comida pelo adorador, simbolizando paz e comunhão com Deus.

Você está disposto a manter o fogo aceso?
Que Deus te abençoe!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: